Representing users, transforming services | Polar Insight
Representing users, transforming services.

Notícias

Anúncios e atualizações

Pesquisa qualitativa vs. quantitativa

Na pesquisa social, existem dois tipos de dados: quantitativos ou qualitativos. Os dados quantitativos são melhor descritos como informações sobre quantidade, ou seja, são informações que podem ser convertidas em números obtidos junto do público, através de pesquisas ou questionários. Dados qualitativos, por outro lado, são informações sobre qualidade. São dados que não podem ser medidos formalmente, tais como tendências, pensamentos ou opiniões. Esses dados qualitativos, geralmente, são obtidos utilizando metodologias como entrevistas, grupos focais ou observação.

Individualmente, os dados quantitativos e qualitativos têm limitações. No entanto, em conjunto, são uma força potente para obter uma visão detalhada dos utilizadores do seu serviço.

Aqui estão quatro razões segundo as quais acreditamos que os dados quantitativos e qualitativos devem ser utilizados em conjunto nas pesquisas sociais:

Melhoram a sua pesquisa

Tanto a pesquisa qualitativa como a quantitativa têm os seus pontos fortes: os dados qualitativos revelam um raciocínio subjacente, enquanto, por outro lado, os dados quantitativos criam uma realidade mensurável fixa. Ao combinar os dois, é possível chegar a variáveis que não são alcançáveis com apenas um tipo de dados.

Ajudam-o a explorar

Ao utilizar ambas as metodologias, pode criar uma ferramenta útil para explorar mais. Os nossos pesquisadores utilizam regularmente um tipo de dados, qualitativo ou quantitativo, para formar uma hipótese e depois utilizar a outra forma de pesquisa para explorar e testar essa hipótese. Ao fazer isso, a pesquisa pode alcançar limites muito mais amplos.

Ajudam-o a atingir resultados surpreendentes

As pesquisas podem dar origem a resultados imprevisíveis. Combinar dados qualitativos e quantitativos permite alcançar mais variáveis, uma ferramenta útil para encontrar significado em resultados inesperados.

Triangulação

Por último, mas não menos importante, a "triangulação" da utilização destas duas metodologias permite testar a consistência e validar os dados. Isto aumenta as chances de controlar, ou de pelo menos avaliar, algumas das várias causas que influenciam o seu trabalho. Não só valida o seu trabalho e aprofunda o seu entendimento mas, ao estudá-lo de vários pontos de vista, estará melhor preparado para delinear a riqueza e a complexidade do comportamento humano.

Concorda? Deixe-nos um comentário abaixo.

Polar InsightComment